As maçãs do rosto são uma das chaves na criação de um make natural ou ousado.

Na pele negra e suas variações, não é diferente. A pedido do UOL, profissionais contam como escolher o blush ideal

noticia_02-b

Preparo antes do make
Segundo Fernanda Farias, treinadora da Shiseido Brasil, como o excesso de oleosidade na pele negra pode ser comum, o ideal é preparar com um primer e optar por bases mais leves, de preferência líquida, ou até mesmo um BB Cream. Chloé Gaya, consultora de imagem do Jacques Janine, dá mais uma dica: ao passar a base, espere a absorção total antes de aplicar o blush. Se não quiser esperar, sele a pele com pó facial e invista no blush sem medo.

Como escolher a textura
No mercado, há versões em pó e mais cremosas. Para Fernanda, a pele negra pode usar todas as texturas de produto, desde que tenha um controle maior com as mais líquidas e cremosas. “Geralmente, blushes assim não fixam tão bem, já que a oleosidade natural da pele pode fazer o produto transferir para um lugar indesejado ou escorrer”, diz. Para as versões cremosas, Chloé indica o uso de pó translúcido antes de passar o blush para aumentar a durabilidade da maquiagem, e sua aplicação deve ser feita com o próprio pincel de blush, aquele menor com as cerdas macias. Você pode ainda dar pequenas batidas com os dedos, a partir da maçã do rosto até o início do cabelo. Já o blush em pó é preciso retocar algumas vezes ao longo do dia. O truque é fazer movimentos em zigue-zague da maçã do rosto até o início cabelo.

Como escolher a tonalidade
Chloé afirma que é importante levar em consideração os dois tipos de pele negra: quente com fundo dourado (como a da atriz Taís Araújo), que é a mais comum no Brasil; e fria, que possui um tom puxado para o azul (como a de Lupita Nyong’o). “Para as que têm subtom dourado, por exemplo, use durante o dia cores com pouca cintilância, como marrom, pêssego e alaranjado. À noite, é possível ousar mais e apostar em tons de bronze, vermelho aberto, e muito brilho, se preferir. Para quem tem a pele negra com subtom frio, a dica é investir em tonalidades de marrom escuro e vinho no dia, e, à noite, no laranja mais intenso ou no violeta”, indica. Rafaella Crepaldi, maquiadora regional NARS para a América Latina, defende o make mais natural possível. A sugestão dela é optar por produtos pouco dourados ou prateados, fugir de tons de rosa bebê para não ficar artificial e deixar as tonalidades com fundo azulado, como violeta, para a noite, já que podem criar um tom acinzentado.

Como aplicar o produto
“Se você aplicar o mesmo blush com uma pincelada bem delicada e sutil, fica perfeito para dia, e de repente forçar essa mesma cor e já trabalhando um pouco mais no contorno, fica perfeito para noite”, diz Rafaella. Fernanda, por sua vez, recomenda que o blush seja aplicado somente no centro das maçãs do rosto: “Espalhar o produto na lateral pode carregar o visual, e é essencial usar pincéis menores para garantir que o pigmento será depositado pontualmente nesta região”.

Blushes sugeridos para a pele negra:

Blush matte, da Max Love Make-up
Blush em pó de longa duração com cobertura leve.
Cor sugerida: chocolate. Preço sugerido: R$ 10. Informações: www.maxlove.com.br

 

Fonte: estilo.uol.com.br

Foto: Reprodução/TVGlobo

Leia o artigo completo: http://estilo.uol.com.br/beleza/listas/da-cor-a-aplicacao-encontre-o-blush-perfeito-para-pele-negra.htm

 

VOLTAR À PÁGINA INICIAL