Veja como a maquiagem modificou personagens de filmes

noticia_02thumb

Que mulher não adora aquelas cenas de filme em que as protagonistas mudam instantaneamente de patinho feio para cisne? Os motivos podem ser o trabalho, como acontece em Miss Simpatia e O Diabo Veste Prada, o amor de um homem, como em Ela é Demais e Grease, e até pela influência das amigas, como em Meninas Malvadas e As Patricinhas de Beverly Hills – o que importa é que a maquiagem tem o poder de turbinar qualquer rostinho em minutos, basta saber usá-la. Confira como a mágica acontece no cinema e aprenda a fazer em casa as suas próprias transformações.

A maioria das personagens só precisou se interessar por maquiagem
O que a maioria dos filmes mostra é que a beleza já existe em qualquer mulher, é só decidir explorá-la. Foi o que fizeram as personagens Andy, de O Diabo Veste Prada e Lane, de Ela é Demais: como ambas eram muito mais preocupadas com o conteúdo do que com a forma, as duas viviam sem maquiagem e não se importavam muito com o visual. Foi só preparar um pouco a pele e colocar o mais básico dos batons vermelhos que surgiram dois mulherões na tela do cinema.

Valorizar os pontos fortes faz toda a diferença em uma transformação
Outro diferencial das personagens do cinema que ficaram mais bonitas apenas por começar a usar maquiagem era saber exatamente o que usar. Os maquiadores de Sandra Bullock em Miss Simpatia souberam como valorizar ainda mais as maçãs do rosto bem ressaltadas da atriz ao aplicar o blush bem em cima e ainda destacaram o volume de seus lábios com gloss. O mesmo aconteceu com Mia, de O Diário da Princesa, quando suas sobrancelhas grossas e indisciplinadas tiveram o formato, o comprimento e a densidade preservados mostrando que eram necessários apenas uns toques para melhorar o visual.

Makes combinavam com uma nova atitude e personalidade mais forte
Em alguns casos a maquiagem não mudou apenas a aparência das personagens, mas foi na verdade uma consequência da mudança de atitude. Em Bruna Surfistinha, a personagem principal só usa o olho preto esfumado quando se envolve com a prostituição – um look bem diferente da inocente cara limpa que apresentava no começo do filme. A protagonista de Grease, Sandy, também precisou optar primeiro por um comportamento mais rebelde para depois aparecer com make bastante carregada nos olhos e boca.

O mesmo aconteceu com Julia Roberts em Uma Linda Mulher, filme no qual a maquiagem ousada das ruas foi trocada por uma mais suave quando ela fingiu fazer parte da alta sociedade. A lição que é possível tirar de tudo isso é que qualquer mulher pode brincar de transformação assim como as mocinhas dos filmes e usar a maquiagem para mudar de estilo a hora que quiser.

 

Fonte: http://www.tudosobremake.com.br/

 

VOLTAR À PÁGINA INICIAL